VC1,VC2 e VC3: o que são e como funcionam esses tipos de ligações

VC1 VC2 VC3

Nem toda empresa sabe, mas existem três diferentes tipos de ligações. Elas são chamadas de VC1, VC2 e VC3.

Entender o que cada uma delas significa é essencial para cumprir um desafio constante na rotina de ligações: a economia de custos com a telefonia da empresa.

Reduzir o gasto com ligações em tempos de telefonia móvel e de interurbanos sendo feitos a todo momento nas empresas, é uma tarefa que precisa ser otimizada, sem que haja a perda da qualidade das chamadas.

Por isso, neste artigo vamos entender o que é VC1, VC2 e VC3 e como a telefonia Voip pode eliminar essa dor de cabeça nos empreendedores que precisam economizar nas ligações!

O que quer dizer VC1, VC2 e VC3?

VC1, VC2 e VC3 são três tipos de ligações que as pessoas podem realizar. Elas se diferem entre si por conta das diferentes formas de cobrança e das características das chamadas.  

Afinal de contas, na telefonia tradicional, se você realizar ligações locais, pagará por um valor, enquanto ligações interurbanas o custo será diferente, certo?

O VC1,VC2 e VC3, portanto, especificam essas diferenças:

  • VC1: ligações locais;
  • VC2: ligações interurbanas regionais;
  • VC3: ligações interurbanas nacionais.

Apenas descrevendo brevemente cada um desses tipos de chamadas, como fizemos acima, já deu para perceber que o custo das ligações é diferente, não é mesmo?

Então, vamos explicar em detalhes sobre cada um deles!

VC1: Valor de Comunicação 1

O VC1 quer dizer Valor de Comunicação 1 – também conhecido como Valor de Comunicação Local.

Como o próprio nome explica, trata-se da ligação local realizada por um telefone fixo ou móvel para um número na mesma localidade. Ou seja, os dois números têm o mesmo código de área. 

Exemplo: você liga de um número de Belo Horizonte (DDD 31) para outro número da mesma cidade, mesmo que ele seja de um tipo de aparelho diferente (fixo ou móvel). A cobrança será feita como uma chamada local.

Entre VC1, VC2 e VC3, o Valor de Comunicação 1 tem a cobrança mais barata – e, em alguns casos, até gratuita. 

Quando ocorre a cobrança, ela funciona assim:

  • os 3 primeiros segundos são gratuitos;
  • a partir de 4 segundos, cobra-se o equivalente a 30 segundos;
  • a partir daí, a cobrança é fracionada a cada 6 segundos. 

Leia também: Conheça os Planos 4G sem fidelidade da FaleMais!

VC2: Valor de Comunicação 2

O VC2 quer dizer Valor de Comunicação 2 – também conhecido como Valor de Comunicação Interurbana Regional.

Esse é o tipo de ligação que mesmo que tenha um DDD diferente entre as chamadas, elas estão localizadas na mesma região – isso é identificado pelo primeiro dígito do DDD, que precisa ser igual.

Exemplo: uma ligação de Belo Horizonte (DDD 31) para Montes Claros (DDD 38) é uma chamada interurbana regional, pois os DDD estão na mesma região (no caso, Minas Gerais). 

A cobrança de uma ligação VC2 é de uma chamada de longa distância, seguindo a linha 3/30/6, como explicamos no primeiro tipo de ligação. Além disso, as tarifas também são diferentes para a realização de ligações fixas e móveis. 

VC3: Valor de Comunicação 3

O VC3 quer dizer Valor de Comunicação 3 – também conhecido como Valor de Comunicação Interurbana Nacional.

Entre o VC1, VC2 e VC3, este é o tipo de ligação mais caro, pois trata-se de um interurbano de longa distância entre duas regiões diferentes. Ou seja, os DDDs são completamente distintos.

Por exemplo: uma ligação de Belo Horizonte (DDD 31) para Brasília (DDD 61) é um interurbano nacional.

A cobrança é parecida com a ligação VC2, porém, o custo das chamadas é mais alto justamente por conta da longa distância. Por isso que as empresas costumam pesquisar bastante entre as operadoras antes de contratarem um plano de telefonia, pois alguns pacotes são mais acessíveis do que outros. 

Ok. Até o momento, você conheceu a diferença entre VC1, VC2 e VC3 e conseguiu entender que realmente é um desafio economizar nas ligações utilizando a telefonia convencional.

Mas e se dissermos que existe uma solução definitiva para economizar de vez, independentemente do tipo de ligação?

Estamos falando do Voip. 

Por que a telefonia Voip é a melhor opção de custo de ligações? 

Pelo fato das ligações Voip serem feitas por meio de uma conexão à internet, cuja tecnologia é baseada na nuvem, essa telefonia revolucionou o setor de comunicação nos últimos anos.

Com o Voip, é possível fazer e receber ligações de números fixos ou móveis com qualidade e segurança – e a um custo que pode ser até 60% menor em relação à telefonia convencional.

Na prática, a cadência de cobrança do Voip é a mesma dos tipos de ligação VC1, VC2 e VC3 – ou seja, 3/30/6, porém no Voip não há diferenças entre os tipos de chamadas!

As tarifas são fixas, ou seja, é cobrado um valor padrão para chamadas de telefones fixos e telefones móveis. Outra vantagem é que não é necessário inserir o Código de Seleção de Prestadora (CSP), bastando apenas digitar o número 0 seguido do número de telefone (ou seja, sem o código da operadora). 

Em outras palavras: o Voip simplifica – e muito – os custos das ligações e a rotina de atendimento das empresas.

No próximo post, confira tudo o que você precisa saber sobre a ligação Voip

Share on facebook
Share
Share on twitter
Tweet
Share on pinterest
Pin it
Posts Relacionados:

Sobre esse Blog

Esse é o blog da FaleMais. Aqui compartilhamos dicas para empresas que querem melhorar seus resultados. Pronto para melhorar 1% a cada dia? Boa leitura!

Categorias
Tags
Novidadesbanner para baixar e-book "televendas não morreu"
error: Content is protected !!