Este é o nosso blog...

Aqui nós compartilhamos estratégias e dicas para empresas que querem melhorar seus resultados. Pronto para melhorar 1% a cada dia? Boa leitura!

icone newsletter

Receba dicas exclusivas por E-mail

Junte-se a mais de 5000 empresas e inscreva-se.

Como gerenciar uma loja de pequeno porte

Como gerenciar uma pequena loja?

Por serem negócios locais, alguns empresários a frente de lojas e comércios de pequeno porte podem acreditar que não é preciso melhorar cada vez mais a sua organização. Aí quando vem o crescimento, vem junto a consequência: um desastre gerencial iminente.

Portanto, se o seu negócio está dando os primeiros passos, você precisa colocar em prática as dicas do post de hoje para aprender como gerenciar uma loja, independentemente do segmento. Dessa forma, ela pode crescer de forma sustentável e sem grandes dores de cabeça. Vamos lá?


1. Treine bem a sua equipe

Mesmo que você tenha apenas 1 colaborador, é muito importante que ele esteja bem treinado para atender aos clientes e entregar o melhor trabalho possível. Afinal de contas, como gerenciar uma loja contando com a ajuda de uma pessoa despreparada para lidar com a rotina de um comércio?

Então, levando-se em consideração que você contratou a pessoa certa para o seu negócio, invista em treinamento constante para que ela, inclusive, seja motivada a continuar em busca de atualização para crescer em seu trabalho.

Por exemplo, você pode investir em treinamento nas seguintes áreas:

  • atendimento ao cliente;
  • controle de estoque;
  • montagem da vitrine;
  • tendências do setor;
  • controle de caixa;
  • etc.

Portanto, verifique quais áreas o seu colaborador precisa melhorar e coloque-o para estudar!


2. Faça uma boa gestão financeira

Não adianta você vender muito se não consegue administrar o caixa da loja. Aliás, um perigo muito comum entre empreendedores de negócios iniciantes está no fato de misturarem dinheiro pessoal com o da empresa. Nunca faça isso; tenha sempre um controle rigoroso das entradas e saídas.

Outro ponto importante e que ajuda muito na gestão financeira é você definir o seu pró-labore com apenas uma retirada mensal, como se fosse o seu salário. Um erro que se comete é fazer pequenas retiradas ao longo do mês, resultando no descontrole e na desorganização financeira.

Por isso é que torna-se tão importante a sua loja ter um capital de giro – aquela quantia de dinheiro necessária para financiar a continuidade do seu negócio, evitando que a empresa fique no vermelho e precise contrair empréstimos para quitar dívidas (ainda mais se a loja realizar muitas vendas parceladas).

Se você está tendo dificuldades na gestão financeira de sua loja, recomendamos que você invista em cursos na área e em consultoria especializada, como a que o Sebrae oferece para os empreendedores.


3. Dê importância ao marketing

Um erro frequente cometido por pequenos comerciantes e lojistas é não investir em marketing para a divulgação do seu negócio, muitas vezes por desconhecimento e por acharem que não é necessário em negócios locais.

A verdade é que se você quer que o seu empreendimento cresça, é preciso criar estratégias para isso, mesmo que ainda não tenha um bom fluxo de caixa. Você pode, por exemplo, definir uma porcentagem de seu lucro para ser destinado ao marketing, construir uma conta nas redes sociais de interesse de seu público-alvo e até investir em anúncios na internet.

Com isso, o seu negócio vai conquistando novos clientes e você cresce gradualmente. Existem na internet diversos cursos para te fornecer as bases de marketing e você também pode terceirizar esse serviço, contratando empresas ou profissionais liberais especializados nesse mercado.


4. Invista em seu desenvolvimento profissional

Como gerenciar uma loja sem a devida preparação? Mesmo que você já tenha um certo conhecimento adquirido no dia a dia à frente do negócio, é muito importante que você nunca pare de se atualizar profissionalmente.

Afinal de contas, estamos numa era em que o comportamento do consumidor muda muita rapidamente, e é preciso ter conhecimentos e adiantar tendências para sair na frente e vencer a concorrência.

Portanto, invista em cursos, participe de eventos, se inscreva em newsletters para receber novidades de blogs do segmento, separe um tempo para se atualizar do que está acontecendo no mundo e também no mercado em que atua, etc. O conhecimento ajuda muito na hora de ser criativo e ter ideias para tirar um negócio da crise, por exemplo.


5. Automatize processos

Se você tem um comércio e ainda não abraçou a tecnologia, já passou da hora de você utilizá-la a favor do seu negócio.

Existem no mercado muitos softwares práticos de gestão de vendas e, também de gestão do relacionamento com o cliente (chamado de CRM, ou Customer Relationship Management). Com eles, é possível ter acesso rápido aos dados dos clientes, saber o estágio da compra, gestão financeira, e uma série de outros recursos que facilitam muito a rotina do comerciante – além de otimizar o atendimento e reduzir o tempo gasto com determinados processos.


6. Organize a sua vitrine

A vitrine da sua loja é a porta de entrada para atrair clientes, portanto, sempre confira se ela está adequada observando alguns itens, tais como:

  • se as ofertas estão legíveis;
  • se a quantidade de produtos expostos está adequada (excesso não vende, mas confunde);
  • se os preços estão legíveis;
  • se há muito reflexo no vidro por causa do sol, dificultando a visualização das mercadorias (se houver, um fundo branco ajuda a rebater a luz).


7. Fique de olho nas tendências do mercado

Como gerenciar uma loja, por menor que ela seja, e não ficar de olho nas novidades do mercado? Mesmo que o seu comércio seja conhecido pela tradição, às vezes inovar colocando uma gama de produtos novos também pode ajudar no crescimento dele.

Mesmo com a rotina apertada, você pode identificar tendências de um modo mais fácil. Por exemplo:

  • verifique o histórico de vendas (um produto X pode ter vendido mais do que o Y);
  • acompanhe a concorrência;
  • participe de eventos e palestras do setor para oxigenar as ideias.


8. Motive os seus funcionários

A oitava dica sobre como gerenciar uma loja de pequeno porte é simples, mas muitos empresários ignoram: motivar os funcionários. Afinal, a produtividade deles está diretamente relacionada à motivação – e não é somente pagando em dia que se consegue isso.

Você precisa criar uma verdadeira cultura de motivação e que envolvem alguns processos:

  • Administração do tempo: você precisa ajudar seus colaboradores a exercerem suas atividades com o mínimo de desgaste físico e mental, e máxima qualidade (existem várias técnicas que ajudam na produtividade).
  • Feedback: seus funcionários precisam saber o que você espera deles, onde estão acertando e onde precisam melhorar.
  • Saber ouvir: esteja atento e preparado para ouvir reclamações e críticas e oriente para que eles façam isso de forma construtiva.
  • Delegação de responsabilidades: ele precisam saber o quanto o trabalho deles é importante para a empresa e delegar responsabilidade os ajuda nessa compreensão.  
  • Criação de um bom ambiente de trabalho: um ambiente limpo, organizado e que haja flexibilidade com um certo limite, ajuda na motivação dos funcionários.


9. Preste um excelente atendimento ao cliente

A última dica, mas de fundamental importância, está na prestação de um excelente atendimento ao cliente. Isso quer dizer que ele precisa se sentir acolhido e você e sua equipe precisam demonstrar sempre empatia durante cada atendimento.

Os seus clientes também precisam ter um espaço aberto para comunicação; nesse sentido, é preciso caprichar no atendimento telefônico e também abrir outros canais de interação, como nas redes sociais, por exemplo. Além de promover um espaço de debates, você ainda consegue atrair mais clientes para a sua loja física – e quem sabe encontra terreno para expandi-la para os meios virtuais?

Essas foram apenas algumas dicas de como gerenciar uma loja de pequeno porte e prepará-la para um crescimento saudável e organizado. Portanto, releia esse post sempre que precisar e comece a colocar tudo em prática a partir de hoje!

Se você quer cortar custos e, ao mesmo tempo, melhorar o atendimento telefônico em seu comércio, nós temos a solução: utilizar a tecnologia Voip da FaleMais. Saiba mais sobre o assunto e experimente gratuitamente. Até a próxima!

Post publicado por Equipe FaleMais em 29/08/2017 | Gestão e Estratégia

Não deixe de ler também...

Como se tornar um empresário de sucesso

Como se tornar um empresário de sucesso?

Tudo que fazemos requer esforço e dedicação para que o sucesso s...

Como vender bem usando técnicas de persuasão

Como vender bem usando técnicas de persuasão

O mundo vive de vendas! Em qualquer lugar e em qualquer tempo é preciso vender...

A importância do Pós Venda para seu comércio

Conheça os benefícios do pós-vendas para seu comércio

Se você espera um cliente fiel, que vai comprar novamente da sua empresa e indi...

 

Junte-se a mais de 5000 empresas e receba
nossas dicas exclusivas por e-mail.

Digite seu e-mail abaixo e receba gratuitamente nossas dicas e conteúdos.

Criar conta Teste Grátis